Estefania Milanez é Campeã e Recordista Sul-amerciana no Campeonato Sul-americano de Natação Master

Esta prova é marcada pelo o início da minha volta às piscinas. Depois de 11 anos parada, voltei a nadar com intuito de completar minhas atividades físicas junto com a academia e claro, ter uma vida mais saudável. Eu, como sempre gostei de competir, fui logo em busca de uma competição mais próxima como ?desculpa? para fazer uma viagem legal. rs Afinal por que não unir viagem + natação (esporte) né? Melhor impossível. Acredito que para tudo devemos ter um objetivo.. algo que te motive, e ao pesquisar mais sobre a competição, o recorde sul-americano da prova de 50m costas me chamou a atenção.

Foi então, que no início de outubro de 2016 decidi participar do Campeonato. Junto com meu treinador, Felipe Messias, e minha nutricionista, Catarina Entringer, tínhamos apenas 5 semanas de planejamento e um objetivo: bater o recorde sul-americano da minha categoria nos 50m costas. Cheguei na competição com o segundo tempo na prova dos 50m costas e inscrita em mais 4 provas: 200m costas, 100m costas, 100m medley e 50m livre.

O 50m costas foi minha última prova e no último dia de competição. Mas a cada caída na água, eu me surpreendia com os tempos e os meus resultado, fui campeã em todos as provas no sul-americano. Embora estivesse muito feliz com todas essas conquistas inesperadas, ainda faltava o objetivo final: ser campeã e recordista sul-americana nos 50m costas.

No grande dia, antes da minha principal prova eu nadei os 50m livre. Apesar de ter ganhado a prova não fiquei feliz com meu tempo e confesso que fiquei um pouco preocupada no que estava por vir. Ansiedade batendo a mil hahaha afinal foram praticamente 11 anos sem sentir o gostinho e a tensão de competir. Foi então, que me concentrei completamente para a prova dos 50m costas. Nadei com o tempo de 29?76 batendo o Recorde anterior de 30?20 da Fabíola Molina que durava desde 2002. Meu primeiro Recorde Sul-americano!!! Sensação incrível, energia maravilhosa e um sorriso que não cabia em mim. Rs

Só quem é do esporte sabe a energia que ele proporciona.Depois de tantos resultados positivos, conquistas, recorde, novos amigos, fiquei me perguntando.. como eu consegui ficar tanto tempo longe disso tudo!? E decidi que em 2017 continuaria em busca de grandes conquistas neste esporte incrível.

Assine nossa newsletter