Nutricionista Ricardo Sodré fala sobre exercícios físicos, alimentação saudável e benefícios do vinho.

Mexer o corpo traz diversos benefícios para a saúde física e emocional, todo mundo sabe. Mas como é possível incorporar na rotina o hábito de praticar exercícios? Convidamos Ricardo  Sodré, nosso atleta de remo e nutricionista, para compartilhar dicas sobre o tema.

Equilíbrio entre vida e esporte

Segundo Ricardo, para incorporar a atividade física ao dia a dia é preciso apostar na tríade planejamento, disciplina e determinação. “Planejar os objetivos, executar os processos e determinar-se a cumprir as metas são fatores fundamentais para o sucesso”, diz. O nutricionista também destaca a importância de envolver a família no meio esportivo,  principalmente para quem pretende tornar-se atleta de alto rendimento, como ele. “Assim, eles conseguem entender o nível de dedicação ao esporte, as sessões de treinamento, viagens e eventos competitivos.”

Alimentação saudável e desempenho esportivo

Para quem quer praticar esporte, é imprescindível ter uma alimentação variada e rica em nutrientes. “É cada vez mais próxima a relação entre nutrição e atividade física. Uma alimentação saudável, adequada em macro, micronutrientes e compostos bioativos oferece o suporte necessário tanto para o desempenho quanto para a recuperação em variadas atividades”, explica.

Atividade física e consumo de vinho: dá para conciliar?

De acordo com o nutricionista, dá sim. E mais: o vinho, se consumido moderadamente, pode trazer benefícios à saúde. “A uva é um alimento com diversos compostos fenólicos bioativos, como o resveratrol, que, segundo estudos, é capaz de reduzir a expressão de agentes inflamatórios, principalmente no sistema vascular”, comenta o nutricionista.

Mas diversos fatores devem ser levados em consideração, como o objetivo da atividade física e, principalmente no caso de atletas de alto rendimento, a fase do treinamento. “É preciso controlar o consumo em épocas de pré-competição ou início de ciclo de preparação, pois o álcool pode inibir o processo de adaptação inicial ou polimento final para a competição”, conclui.

 

Ricardo Sodré, atleta do Team Wine de Va’a e nutricionista

Assine nossa newsletter